HIPNOSE CLÍNICA

hipnose
Somos animais de hábitos; repetimos padrões; criamos rotinas e montamos o ontem, o hoje e o amanhã.

Os hábitos são a forma que o nosso cérebro tem de simplificar a nossa vida.

Bons ou maus, os hábitos que criámos fazem de nós aquilo que somos.

São mecânicas que se automatizaram e que são activadas pelo nosso subconsciente (que, consta, é responsável pelo controlo de 90% da nossa mente) tal como todos os processos fisiológicos que nos permitem estar vivos – o batimento cardíaco, a respiração, o funcionamento interno dos orgãos e todos os sistemas corporais.

Então, o truque é substituir um mau hábito por um bom. E isto conscientemente faz sentido e desperta rapidamente em nós o imaginário daquilo que podia ser se trocássemos “x” por “y” na nossa vida. Ainda assim, maioria das vezes, fica a faltar a motivação e a determinação para o fazer.

“Mudar”, o que quer que seja, requer força de vontade e continuidade para a criação de novas sinapses, novas ligações e circuitos internos que em breve, também eles, se automatizarão.

Crê-se que o corpo aceitará sempre uma troca se “o novo”contribuir para uma melhoria efectiva do seu funcionamento e para um estado de homeostase.

 
A mente de cada um de nós tem esta capacidade – quase instantanea – de criar a mudança. Mentalmente, alteramos aspectos da nossa vida, testamos cenários, ensaiamos atitudes: é isto que fazemos quando sonhamos acordados, quando nos perdemos nos nossos pensamentos, quando focamos a nossa atenção num qualquer assunto ou detalhe de grande importância para nós. Todos os momentos, e muitos outros (comuns à vida quotidiana de toda a gente), são momentos de transe hipnótico, despoletado naturalmente.

A Hipnose Clínica nada mais é do que a utilização do estado de transe para fins terapêuticos com vista à resolução de assuntos que causem transtorno ou disrupção na vida do sujeito. O hipnoterapeuta promove o estado de transe no paciente através de técnicas que induzem um estado de relaxamento físico e promovem um estado alterado de consciência, no sentido em que a actividade de ambos hemisférios cerebrais se equaliza, mantendo a mente bem desperta, activa, atenta e focada – e por isso, e desmontando um dos maiores mitos à volta da hipnose, não fará nem dirá nada que não queira pois estará, em rigor, sempre em controlo.

O pai da Hipnose moderna, Milton Ericksson, disse que toda a hipnose é auto-hipnose: tudo passa por permitir ser hipnotizado e para isso só precisa deixar-se ir, relaxar, concentrar-se e aceitar sugestões. Simples, não?

Para além de promover um estado de relaxamento físico muitíssimo agradável, o estado hipnótico é um enorme agente para a mudança pois o subconsciente não tem capacidade para fazer juízos de valor e uma vez afastada a auto-crítica interna, é possível experimentar novas perspectivas e novos ângulos para “velhos problemas” e assim trazer, para o nível consciente, recursos internos que permitam colocá-los em prática.

A Hipnose Clínica pode ajudá-lo a melhorar qualquer área da sua vida, pois possibilita novas aprendizagens, descondicionamentos, dessensibilização, reprogramação, etc. Todos os pacientes são ensinados a fazer auto-hipnose para que possam fazer uso dela diariamente e/ou sempre que necessitem transformando-se, eles próprios, em agentes efectivos de mudança nas suas vidas.

Patricia Lemos
 

Patrícia Lemos


Num percurso que durou mais de uma década, sempre movido pela paixão pelo universo feminino, cruzou desde a Antrolopologia aos Estudos Sobre Mulheres, acumulou conhecimento nas áreas de gravidez e maternidade, foi mãe, amamentou durante dois anos, coordenou e geriu projectos e conteúdos pedagógicos no Ensino Privado e diplomou-se, por fim, com mérito e distinção, na London College of Clinical Hypnosis. Utiliza a Hipnose Clínica para trabalhar ansiedade, fobias, hábitos, stress, compulsões alimentares e auto-estima. Do trabalho que desenvolve na área da saúde feminina – menstruação, fertilidade e gravidez – destacam-se os programas de acompanhamento de grávidas (Gravidez Tranquila®)** e o de consciência feminina (CírCuLO PERFEITO®) em que educa para a saúde e para uma melhor experiência de corpo. Com formação em terapia cognitivo-comportamental, método Corpo Fértil, acompanhamento de reprodução medicamente assistida e saúde menstrual, defende a abordagem holística do sintoma e a utilização de terapêuticas de base mente-corpo.

Dá consultas e workshops na zona da grande Lisboa e faz deslocações a outros pontos do país.

Saiba mais em: http://www.patricia-lemos.com/